São Paulo, Brasil
11 94475-7767
monjabiancatoffani@gmail.com

Sua Mente, Sua Amiga ou Inimiga?

ATMA HEALING: AULAS, CURSOS E ATENDIMENTOS

Sua Mente, Sua Amiga ou Inimiga?

Meditando com Monja Bianca

Hoje falaremos um pouco sobre a mente.

A mente pela cultura védica é um sentido do corpo, assim como, a audição, visão, olfato e paladar. Portante, sendo um sentido, ele deve ser desenvolvido e também controlado. Acho realmente uma pena não ensinarem isso nas escolas primárias.

Quando pequenos nos ensinaram a ter cuidado em que tocar (para não quebrar os objetos, por exemplo). Ensinaram-nos a ouvir certas coisas e respeitar a privacidade de outras. Também nos ensinaram que certos cheiros eram agradáveis e outros nem tanto, assim como a saborear alimentos deliciosos e outros não. Todo este controle ou programação foi feito através da mente.

No caso da mente também ser um sentido, o ensinamento que nos falta é que devemos agregar valores favoráveis a nossa mente e deletar o que for desfavorável. Ensino nas capacitações técnicas para isso, mas agora vamos focar na mente.

Em primeiro lugar, a nível físico a supremacia da mente é vista também por ali estarem duas glândulas importantíssimas: a glândula pineal e a glândula pituitária. Estas são as glândulas que controlam o funcionamento geral do corpo, confirmando o que ensino:

“O ideal não é o corpo arrastar a mente, o ideal é a mente controlar o corpo e tudo o mais.”

Lembro da primeira vez que li este famoso verso da escritura Bhagavad Gita Como Ele É e como ele mudou minha vida:

“Para a alma que a conquistou, a mente é amiga e bem querente. Mas para quem for incapaz de controlá-la, a própria mente, como inimiga, permanecerá ocupada constantemente em seu desserviço.” 

Como espiritualista que era, sempre achei que através de especulação mental eu poderia me iluminar de alguma forma. Muito ouvi falar que tudo que precisamos está em nossa mente. Que deveríamos parar e ouvir nossa mente ou intuição e seguir por este caminho.

Mas vivenciando diversas experiências e convivendo com grandes mestres pude ver que não é bem assim. Muitas vezes pensamentos canalizados podem vir de nosso subconsciente ou de algum “ser” que esteja por perto, ou do próprio ambiente. Por ser algo sutil, se tratando de uma abertura de “canal” através destas “meditações” o que podemos alcançar vai desde nossa própria mente, nosso subconsciente ou um “ser” ou “ideia” que esteja vagando por ali.

Vai se aproximando a hora que temos que aprender a controlar nossa mente. Por exemplo, se formos fazer uma analogia, nossa mente pode ser comparada ao ambiente de nosso computador ou smartphone. Todos aqueles programas, fotos ou aplicativos estão da mesma maneira em nossa mente e vivemos em função deles – conceitos e crenças que carregamos, muitas vezes desta e de outras vidas.

Neste sentido, desapegue daquilo que não serve mais em todos os aspectos, transforme-se. Nossa vida deve ser dinâmica em sentido a buscar a elevação, valorizando a vida, não a andar em círculos intermináveis como o samsara material. Samsara em sânscrito quer dizer a interminável roda de nascimentos e mortes a qual a alma apegada negativamente não consegue sair.

Dessa forma, precisamos limpar nossa vida começando por nossa mente. Uma mente purificada é capaz de operar muitos milagres, ou coisas que jamais conseguiria conceber.

Assim, liberte sua mente de mágoas, tristezas, frustrações, pensamentos obsessivos, medos, angústias etc. Tudo isso só existe na sua mente.

Espero ver você em breve para poder ajudá-lo(a) nesta busca, a busca da transformação interna.

Namastê, sejam felizes! Acesse também meu Instagram que trará Paz e Luz.

Monja Bianca Toffani

www.monjabiancatoffani.com

*Caso você queira se inspirar neste texto e divulgá-lo de alguma maneira, sem problemas, mas por favor cite a fonte – citacão, texto ou vivência de Monja Bianca Toffani. Namastê.